quinta-feira, maio 30, 2024
InícioCapitalSuspeito de pistolagem é morto em confronto com a polícia na Capital

Suspeito de pistolagem é morto em confronto com a polícia na Capital

Wyg Marlon Oliveira de Sousa, de 18 anos, morreu após um confronto no final da manhã desta quarta-feira (6) com a Polícia Militar Rodoviária (PMR), na região do Homex que fica localizada no bairro Jardim Centro-Oeste, em Campo Grande. Recentemente ele foi condenado por pistolagem.

Segundo o comandante do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPMRv), Tenente-Coronel, Vinicius De Souza Almeida informou que o jovem tinha várias passagens pela polícia. “O criminoso inclusive foi condenado a pouco tempo por porte ilegal de arma de fogo e era suspeito de envolvimento em várias ocorrências de homicídio, pistolagem no Estado”.

“Na ação, uma pessoa foi detida e apresentada como testemunha, mas, pode ser um dos autores. Já os demais, se encontraram foragidos”, finalizou Almeida. Na residência onde o jovem foi morto, foram apreendidos 1,3 kg de cocaína, revólver 38, pistola 380, 45 munições de 9mm, 8 munições de 38 intactas e 2 munições 38 deflagrada.

Suspeito de pistolagem foi morto durante confronto em ação policial
(Foto: Luiz Alberto)

O caso – O jovem estava com outros três comparsas em duas motocicletas, quando furaram o bloqueio policial da PMR que havia na MS-455. Em seguida, a perseguição continuou e seguiu até a Rua Alameda Projetada 3.

Durante a ação, houve troca de tiros e um deles acabou atingido a viatura policial. Em diligências, os suspeitos seguiram para região da comunidade Homex e começaram a invadir diversas casas. Neste momento, Wyg foi baleado e chegou a ser socorrido para Unidade de Pronto Atendimento (UPA), porém, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Já outros três suspeitos fugiram e até o momento não foi localizado. A Polícia Civil e a Perícia estiveram no local para apurar o caso.

Passagens pela polícia

Wyg Marlon Oliveira de Sousa tinha várias passagens pela polícia desde quando era menor de idade. Inclusive, foi condenado há uma semana por porte ilegal de arma de fogo.

 

 

VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Matérias

Comentários