terça-feira, junho 18, 2024
InícioDestaqueGoverno de MS recebe terreno para construir Centro Integrado de Atendimento à...

Governo de MS recebe terreno para construir Centro Integrado de Atendimento à Criança e ao Adolescente

Para construir o Centro Integrado de Atendimento à Criança e ao Adolescente, em Campo Grande, o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul recebeu hoje (25) a doação do terreno onde o local será instalado.

“Este aparelho é muito simbólico para o Estado. Vamos trabalhar para mudar a realidade em relação ao atendimento à criança e ao adolescente. Todos temos responsabilidade com a iniciativa, que é de extrema importância”, disse o governador, Eduardo Riedel.

A área de quase 6 mil m², dividida em 13 lotes, teve a autorização da doação publicada no DOU (Diário Oficial da União) em dezembro do ano passado, e agora foi realizada a assinatura do contrato de doação dos imóveis da União ao Estado para a construção, instalação e funcionamento do Centro Integrado de Atendimento, vinculado a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública).

“Esse centro de atendimento vai reunir vários serviços, multidisciplinares, e possibilitar que a criança e o adolescente, que tenha sido vítima, um espaço com várias atividades e que possa ser atendida de maneira digna, humana e rápida que é o que merecem”, disse o superintendente do patrimônio da União em MS, Tiago Botelho.

Com objetivo estratégico, o terreno fica próximo a Casa da Mulher Brasileira, no Jardim Imá, para que os diversos serviços e atendimentos oferecidos para mulheres, crianças e adolescentes vítimas de violência, sejam mais acessíveis.

A desembargadora e coordenadora da Infância e Juventude do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), Elizabete Anache, reconheceu a importância da instalação do Centro de Integrado de Atendimento.

“A importância do local onde funcionará o Centro de Atendimento Integrando é justamente a existência de um ponto de referência para que todas aquelas famílias, e situações na qual tivermos crianças e adolescentes vítimas de violência, possam se dirigir e receber atendimento total. Nós encontramos uma facilidade muito grande na existência desse terreno nas proximidades da Casa da Mulher, facilita para a população que vai fazer uso”, explicou.

A previsão é de que a obra, que já tem recursos destinados e projetos concluídos, receba investimentos de aproximadamente R$ 7 milhões.

 “Hoje nós demos um grande passo, Governo Estadual e Federal, na construção desse Centro Integrado, para atendimento humanizado às crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Para que tenhamos atendimento otimizado e nós possamos finalizar o ciclo de violência”, disse o secretário adjunto da Sejusp, coronel Ary Carlos Barbosa.

Os secretários Pedro Arlei Caravina (Segov), Eduardo Rocha (Casa Civil), Patrícia Cozzolino (Sead) e Viviane Luiza (SEC), também participaram do ato de assinatura de doação do terreno.

Atendimento

O centro deverá seguir os moldes da Casa da Mulher Brasileira, com atendimentos por triagem, apoio psicossocial, registro de ocorrência, exames de corpo de delito e encaminhamentos imediatos das vítimas de violência para os órgãos de proteção, quando necessário.

O local terá como objetivo melhorar o atendimento para crianças e adolescentes que sofrem violência em Mato Grosso do Sul, com a implementação de programas e serviços voltados para o público, alicerçados no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Natalia Yahn, Comunicação Governo de MS
Fotos: Saul Schramm

ATENÇÃO IMPRENSA: Confira as fotos, imagens de apoio, sonoras e vídeos do evento.

———————————-

Leia mais:

Centro de Atendimento à Criança e Adolescente para vítimas de violência começa a sair do papel

“Plantão DEPCA” tem local específico para atender crianças e adolescentes em Campo Grande

Parceiros discutem passos para implantação do Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente

Governo cria comissão de estudos para implantar Centro de Atendimento da Criança e do Adolescente

Fonte: Agencia de Notícias – MS

VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Matérias

Comentários