domingo, junho 23, 2024
InícioCapitalEducação cancela 25 questões e divulga resultado preliminar para professor

Educação cancela 25 questões e divulga resultado preliminar para professor

A Secretaria Estadual de Educação acatou os recursos interpostos por candidatos e anulou 25 questões do processo seletivo simplificado para professores temporários. O novo gabarito foi divulgado nesta quinta-feira (4), no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul.

As anulações são resultados dos recursos interpostos pelos candidatos e abrangem provas de todas as áreas. Conforme o edital, os recursos não terão efeito suspensivo e não alteraram o cronograma de realização das demais atividades do Processo Seletivo. Os pareceres dos recursos impetrados contra os cadernos de questões, estão disponíveis no site: www.avalia.org.br.

Dados do Instituto Avalia indicam que 31.844 mil candidatos realizaram os exames nas quatro cidades e 6.230 não compareceram, sendo 16,36% ausentes. Há vagas para professores de Arte, Biologia/Ciências, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, Matemática, Química, Sociologia, Língua Estrangeira – Inglês e Espanhol e Língua Portuguesa.

Confira o resultado da prova escrita

Sob responsabilidade da SAD (Secretaria de Administração), em conjunto com a SED, a seleção visa a convocação de professores em regime de suplência para a Rede Estadual de Ensino de modo a atender necessidades temporárias de excepcional interesse público.

Professores que participaram da prova de seleção do magistério da SED denunciaram vazamento da prova, que ocorreu em 17 de dezembro, em várias cidades de MS.

Confira aqui o gabarito

Antes mesmo do início da prova, viralizou nas redes sociais o print de um story de uma candidata, com uma foto do que seria a prova com o gabarito, com marcação do município de Dourados e o horário, às 13h52. Acontece que os locais de prova fecharam os portões às 14h e só então a organização teria iniciado a distribuição das provas.

Segundo outro candidato, antes mesmo do fim da prova – que se encerraria às 17h15 – o caderno de questões já estava escaneado e circulando em grupos de troca de mensagens.

O Instituto Avalia negou o vazamento das provas, ou mesmo a quebra do sigilo do material, e disse, na época, que estava investigando como é que isso aconteceu, que não mediria esforços para apurar, encontrar e responsabilizar civil e criminalmente quem é que esteja envolvido nessa situação.

Fonte

VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Matérias

Comentários