domingo, junho 23, 2024
InícioCapitalNa primeira sessão ordinária da Câmara, Carlão destaca que a Tribuna da...

Na primeira sessão ordinária da Câmara, Carlão destaca que a Tribuna da Casa está aberta a todas as categorias e setores da sociedade

Na primeira Municipal de Campo Grande, realizada nesta terça-feira (06), o presidente vereador Carlos Augusto Borges (Carlão PSB), destacou que a Tribuna da Casa de Leis está aberta a todas as categorias e setores da sociedade. Carlão salientou que o Poder Legislativo da Capital é plural e democrático. Estreando a tribuna em 2024, o presidente do Sindicato dos Guardas Municipais, Hudson Bonfim, falou da necessidade de um acordo com o Executivo para o pagamento da gratificação de periculosidade, bem como do orçamento para o enquadramento na carreira.

“A Câmara respeita e luta de todas as categorias e setores da sociedade. Vamos sempre abrir a tribuna para que possam apresentar suas reivindicações. Agradeço publicamente ao sindicato dos Guardas Municipais que queriam vir aqui na sessão inaugural e eu pedi que viessem hoje, na sessão ordinária e assim fizeram. Fui atendido pela categoria e reforço que sempre receberemos os manifestantes, desde que expressem suas pautas de forma ordeira”, afirmou Carlão.

Projetos – Os vereadores aprovaram dois projetos e mantiveram um veto do Poder Executivo. Em única discussão e votação, o projeto de lei 11.183/23, de autoria do Poder Executivo, que autoriza permuta de área de sua propriedade com área de propriedade de Aurora Participações Ltda. Também foi mantido o veto total ao projeto de lei complementar 842/23, que dispõe sobre a colocação de rede de proteção em janelas, varandas e sacadas de apartamentos no município de Campo Grande. E foi aprovado o projeto de lei 10.985/23, que cria a Política de Diagnóstico e Tratamento do Transtorno do Processamento Auditivo Central nas redes públicas de saúde e educação.

Janaina Gaspar
Assessoria de Imprensa do Vereador

Fonte

VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Matérias

Comentários