sábado, maio 18, 2024
InícioCapitalJovem morre um mês antes de ser julgado por assassinato em 2018

Jovem morre um mês antes de ser julgado por assassinato em 2018

Mark Lee Alves, de 26 anos, executado na tarde desta segunda-feira (11) atropelou e matou o jardineiro, Jefferson Moreira, de 37 anos, após uma briga de trânsito no bairro Nova Lima, em dezembro de 2018. O jovem iria passar por julgamento no dia 23 de abril deste ano.

Segundo as investigações, a esposa de Mark estava conduzindo um veículo modelo Hoggar Xline, sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH), quando ao realizar uma manobra em frente ao estabelecimento comercial colidiu em uma motocicleta Honda Titan que era pilotada por Jefferson. Em seguida, Mark e Jefferson discutiram por conta dos prejuízos.

Em um certo momento, Mark Lee retornou para o veículo e arrancou com o carro sobre o jardineiro, arremessado no capô e carregado por alguns metros até bater a cabeça no chão. Devido ao impacto da batida, ele morreu no local. Já Mark, fugiu do local sem prestar socorro a vítima.

Sendo assim, o crime foi cometido por motivo fútil, pois, Mark foi denunciado em virtude do desentendimento quanto aos prejuízos causados nos veículos devido ao acidente de trânsito.

O caso – Mark Lee Alves foi executado no início da tarde desta segunda-feira (11) em frente a uma oficina mecânica que fica localizada na Rua Nefe Pael, no bairro Nova Lima, em Campo Grande.

Conforme as informações apuradas pela reportagem, a vítima estava sentada em frente ao comércio quando uma dupla em uma motocicleta se aproximou e efetuou vários disparos de arma de fogo. A vítima foi atingida por 4 ou três tiros no tórax e no ombro.

A Polícia Militar, Civil e a Perícia foram acionados para atender a ocorrência. De acordo com a delegada da 2° Delegacia de Polícia Civil, Bárbara Alves, a vítima era cliente e amigo do proprietário do local e havia levado motos para consertar.

Fonte: Diário Digital

Fonte

VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Matérias

Comentários